Espólios
Al Berto, pseud.
BNP Esp. E49
Canto do amigo morto Al Berto. — 1990 Mar. 6. BNP Esp. E49/cx. 9
Canto do amigo morto
Al Berto. — 1990 Mar. 6.
BNP Esp. E49/cx. 9

De nome completo Alberto Raposo Pidwell Tavares, usou o nome literário Al Berto. Nasceu em 1948 Coimbra em e morreu em 1997, em Lisboa. Passou a juventude em Sines, tendo sido animador cultural da respectiva Câmara Municipal em 1976. Frequentou diversos cursos de Artes Plásticas, quer em Portugal quer em Bruxelas, para onde se exilou em 1967. Em 1969 funda a Associação Internacional Monfaucon Research Center. Em 1971 abandona a pintura e dedica-se exclusivamente à literatura, estreando-se com À Procura do Vento num Jardim d’Agosto (1977), a que se segue Lunário (1988), O Anjo Mudo (1993), Luminoso Afogado (1995) e Horto de Incêncio (1997). Em 1988 foi distinguido com o Prémio Pen Club de Poesia pela obra O Medo, colectânea de textos escritos entre 1974-1990.

O espólio (40 cx.) inclui manuscritos, correspondência, documentos biográficos e alguns exemplares da obra impressa em língua francesa, espanhola, alemã, inglesa e italiana.

Doação dos herdeiros, representados pela irmã do escritor, Maria Cristina Pidwell Tavares, em Julho de 2006. Tem reserva de consulta. A correspondência está interdita à consulta durante 20 anos.
Instrumento(s) de pesquisa:
Lista de origem e Guia preliminar em preparação
© 2004 Biblioteca Nacional de Portugal. Actualizado a 2007-05-26