Espólios
LISBOA, Irene, 1892-1958
BNP Esp. E24
Solidão, de João Falco [i.é Irene Lisboa]. [193-] BNP Esp. E24/28
Solidão, de João Falco
[i.é Irene Lisboa]. [193-]
BNP Esp. E24/28

Irene do Céu Vieira Lisboa (que assinou também com diversos pseudónimos, entre os quais o de João Falco) foi uma das mais originais escritoras portuguesas do século XX, repartindo a sua obra literária entre a poesia e o conto. Estreou-se, em 1926, com 13 Contarelos, a que se seguiram, dez anos depois, os seus dois únicos livros de poesia: Um Dia e Outro Dia (1936) e Outono Havias de Vir (1937). Pedagoga de grande mérito e activa intervenção cívica, manteve estreitas relações de amizade com José Rodrigues Miguéis e recebeu a melhor crítica de José Régio, João Gaspar Simões e Vitorino Nemésio.

O espólio (16 cx.: 259 docs.) é constituído pela quase totalidade dos manuscritos das obras publicadas em vida, fragmentos poéticos e de contos e escassa correspondência.

Comprado pela Secretaria de Estado da Cultura aos herdeiros de Ilda Moreira. Integra o ACPC desde Dezembro de 1990.

Instrumento(s) de Pesquisa:
Inventário
Base de dados
© 2004 Biblioteca Nacional de Portugal. Actualizado a 2004/04/27